quinta-feira, 8 de abril de 2010

Este lugar de imperfeição


Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo

Mal de te amar neste lugar de imperfeição

Onde tudo nos quebra e emudece

Onde tudo nos mente e nos separa

Sophia de Mello Breyner Andresen

(Às vítimas da horrível tragédia do Rio e Niterói, assim como às suas famílias, neste Brasil imperfeito em que vivemos, onde as tragédias são anunciadas mas nunca evitadas. Tristeza e revolta.)

*Imagem Terra do desmoronamento do Morro do Bumba, Niterói.

16 comentários:

Leonardo B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonardo B. disse...

[junto minha voz rouca, lá no Impressões Digitais

http://impressoesdigitais2.blogspot.com/2010/04/para-o-meu-brasil.html

... é voz rouca, mas voz]

um imenso abraço, Janaina

Leonardo B

* o coment anterior saiu com link errado, me desculpe!

Agulheta disse...

A minha total solidariedade e amizade para o povo irmão.
Beijinho

Nydia Bonetti disse...

É tanta a imperfeição, Janaina, tanta dor, tanta tristeza...

Dalva disse...

Sim, Janaína, tragédias sempre anunciadas e que infelizmente não são objeto da devida atenção... Estamos enfrentando por aqui um caos sem tamanho. E as dores e perdas do povo de Niteroi não tem tamanho. Rezemos por eles.

Bjs.

Maria Muadiê disse...

Jana, querida, quando vou finalmente te conhecer?

Lá vamos nós, amiga, convivendo com a pior forma de violência brasileira, a violência institucional. E nós coniventes votando em silêncio.
Já leu Cora aqui: http://cora.blogspot.com/2010/04/rio-um-estado-de-calamidade-publica.html ?
beijo

cirandeira disse...

Tristeza, revolta e IMPOTÊNCIA diante de tantas tragédias: Niterói, Rio de Janeiro, Salvador,
São Luís do Maranhão, Cubatão(SP),
aqui, alí, acolá, alhures, Haiti, México, Afeganistão, um mundo todo destroçado! E as vítimas são sempre as mesmas...Moradias abaixo
de qualquer condição de dignidade:
moradias construídas sobre ATERROS
DE LIXO, HÁ MAIS DE VINTE ANOS!!!

dade amorim disse...

As pessoas parecem ainda não acreditar que nada do que se faz pára aí, mas se estende como pedra atirada na água. Nos casos do Rio e de Niterói, a pedra foi atirada por maus governantes, demagogos que agem para conseguir votos, sem pensar nas consequências. Triste demais. Até quando?

Beijo, Janaína.

Celso Ramos disse...

Olá Janaina!!
Como morador de Niterói posso te dizer que em muito tempo morando aqui nunca vi um desastre dessa proporção!!! Ainda existem desaparecidos e paresntes de conhecidos nossos morreram o que aumenta a sensação de indignação com que as autoridades tratam o povo desfavorecido. Nessas horas só Deus!!!

Leca disse...

é realmente muito triste...
uma tragédia anunciada...desde os tempos onde tudo era lixão...
aí alguns esqueceram...
aí alguns nem souberam...
aí a prefeitura fez rua...fez escola...e tudo veio à tona...
beijos
Leca

Cris disse...

Oi, Janaína,

Um mundo quase perfeito de seres mais que imperfeitos.
Adoro os poemas de Sophia Breyner .

Beijo querida.

( e vamos continuar nos levantando, certo? rsrs)

Meg disse...

Janaína,

E as tragédias sucedem-se implacáveis...
Como é triste o destino destas vítimas de catástrofes anunciadas!
Que mundo é este, minha amiga???

Beijinho para ti

LUNA disse...

Sinto muito o acontecido en vosso país.
É muito triste. Como em Haiti, en Chile e tantos lugares e tantas veces, a climatología, ataca às pessoas mais pobres, com menos posibiidades de seguridade.

Espero que pronto tudo esteja passado, ainda que o dor é dificil de passar para muitos.
Beijinhos

fred girauta disse...

passando olhos...

Denise disse...

Sim sim
o descuido para com as pessoas e os interesses politicos fazem com q o ser humano..........tenha menos valia .

lamento !

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Na tragédia de todos os dias, as palavras da poeta escolhidas por alguém de uma finíssima sensibilidade...
Kandandu

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails