quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Meu desejo secreto para 2010

É o meu desejo pessoal mais fundo, o mais secreto, agora escancarado: em 2010, quero virar escritora de literatura. Alguns de vocês, porque são gentis e amigos, me dirão que já sou uma, que tenho livros publicados, que me leem, que gostam do que escrevo, etc. Sem modéstia: não escrevo mal, às vezes escrevo bem, resultado de algum talento e de muito exercício, pois passei a vida inteira escrevendo, como estudante ou professora. Sem dúvida é por escrito que melhor me comunico.

Mas, apesar de já ter publicado um romance e três livros para crianças, e de ter escrito alguns contos, além de diversos livros de história do Brasil, eu ainda não me sinto uma escritora de ficção. Onde em mim aquele compromisso interior, aquela chama que faz alguém largar tudo para escrever imaginações, eleger a escrita de ficção sua prioridade absoluta na vida, onde aquela necessidade doida de criar ou morrer, que leva a pessoa a encontrar disciplina e superar faltas? Onde a gana e a garra, onde a fé absoluta na própria arte, no poder transformador da minha escrita? Onde olhar/viver a vida e nela enxergar, a cada minuto, a outra vida, aquela criada pela livre associação de idéias e sensações e pela imaginação do artista?

Procuro isso em mim, e não encontro. Escrevo de forma intermitente, sinto uma preguiça mortal para escrever, não gosto do que escrevo — paro no meio —, me disperso entre várias coisas, não termino meus escritos com vistas à publicação… Cadê a escritora de ficção? Ela não se realiza!

Quando, porém, em alguma madrugada silenciosa, asculto a mim mesma, quando colo o ouvido atentamente sobre meu coração e fico muda, encontro, sim, a escritora. Entro em contato com meu próprio desejo de escrever, minha crença absoluta na imaginação, meu olhar criativo, sensível sobre o mundo, minha alegria em ler, em criar…

A escritora de ficção existe em mim escondida, opaca, embotada, em segundo plano. O quê a impede de desabrochar, exibir-se, realizar-se? Volto ao meu coração, escuto-o de novo, em busca da resposta. Ela vem direta, não deixa dúvida: o medo. Medo do quê? De tantas coisas! De errar, falhar, não corresponder à minha própria e altíssima exigência, ser criticada, enlouquecer… tantas coisas, que me confundem. E por aqui eu paro, pois isto é um blog, não um consultório psicanalítico.

Neste último dia de 2009, porém, de uma coisa eu sei: meu desejo de virar uma escritora de ficção tornou-se avassalador. Tem alguém aqui com imensa vontade de em 2010 escrever histórias imaginadas, de fazer disso o seu compromisso e o seu prazer maiores, o centro da vida nos próximos doze meses. 2010 será, sim, o ano em que libertarei a escritora, para que sem vergonha nem limites nem bom senso corra pelas areias do mundo. É o meu desejo.
[Imagem daqui]

24 comentários:

.Leonardo B. disse...

Não resisto a partilhar, Amiga Janaina, uma mensagem “urgente” que a Amiga Rejane me enviou; partilhá-la é o mínimo que posso fazer, possa ou não ser “prematura”, tamanha declaração:

“Depois de uma séria e cautelosa consideração, gostaria de notificar a renovação do nosso CONTRATO DE AMIZADE, para o ano de 2010 e seguintes…

“Nunca desvalorize ninguém…
Coloque cada pessoa perto do seu coração
Porque um dia você pode acordar
E perceber que perdeu um diamante
Enquanto estava muito ocupado a coleccionar pedras”

[Mande este abraço para todos os que você não quer perder em 2010, adverte-me a Amiga Rejane: é meu dever, minha tão grande obrigação…]

Um imenso abraço

Leonardo B.

Marcus Gusmão disse...

Cara Janaína,

Passei para um último alô em 2009 e encontro esta bela declaração. O essencial, o desejo, você tem. Vá em frente e toda a sorte pra você.

Marcus Gusmão disse...

Cara Janaína,

Passei para um último alô em 2009 e encontro esta bela declaração. O essencial, o desejo, você tem. Vá em frente e toda a sorte pra você.

Chorik disse...

Eu acredito demais no seu truque. Bom que o desejo não é mais secreto, foi divulgado ao Universo. Agora é esperar ele conspirar a seu favor, a começar por meu apelo e meu respeito. Sim, assuma-se escritora. Saia desse armário. Um talento como o seu não pode ficar enjaulado. É desperdício. Abraço carinhoso e um feliz 2010 amiga Janaina.

dade amorim disse...

Janaína, já que você nos dá essa chance de conhecer seu desejo mais forte, vou te contar: o primeiro parágrafo de seu texto "colou" com um desejo que é também o meu. Eu ficaria completamente feliz se conseguisse profissionalizar essa tarefa inglória que é escrever pela necessidade de escrever.

Que 2010 nos traga uma resposta à altura!

Beijo beijo pra você e que venha muita alegria por aí.

cirandeira disse...

Janaína querida, que bom que estás de volts! Que bom que estás cheia de entusiasmo, DECIDIDA! Assim é que se fala...É curioso como quem está "de fora" ver coisas que nós, por nos cobrarmos tanto, por perfeccionismo exagerado, por medo mesmo,não percebemos, não é? Sempre soube que és uma escritora de mão cheia(e não é por amizade, pois te conheço há tão pouco tempo...!?), desde quando visitei teu blog pela primeira vez! Fico feliz e desejo, sinceramente, que realizes o que estás te propondo. Serei uma assídua leitora tua, podes acreditar!
Um grande abraço e um 2010 livre de amarras e de muita imaginação criativa!
Devo acrescentar que também gosto muito dos teus blogues. Sempre acrescentam-me coisas boas!

Gerana Damulakis disse...

Ora, ora, que desejo fácil de ser realizado. Você é uma escritora.
Um 2010 com livros publicados por Janaína Amado: é o que desejo para você (e para nós, seus leitores). Beijo.

KImdaMagna disse...

...não deixe a chamar extinguir-se,
para a vida que vem aí, no Bom Ano Novo...

xaxuaxo

ADRIANO NUNES disse...

Janaína,


Feliz Ano Novo! Paz e Luz!


Grande abraço,
Adriano Nunes.

Maria Muadiê disse...

Eu também acredito nos seus truques.
"Aquele abraço", feliz 2010 com livros seus pra eu me deleitar.
beijo

Anônimo disse...

Feliz 2010!
Aguardo as criações.
Abraço fraterno!
Mariano.

Lord Broken Pottery disse...

Jana, querida,
A gente é muito parecido em alguns aspectos. Um dia precisaremos conversar sobre o tema. O desejo é mútuo, embora o meu não seja nada secreto.
Beijo carinhoso

maria guimarães sampaio disse...

Como já disseram aí ao lado. Você JÁ É ESCRITORA. Engraçado, aí me botou a pensar e ver: não sei o que seria de mim se há dez/doze/quinze anos não me transformasse em uma escrevinhadora. Cada dia mais. Não posso parar.

Bernardo Guimarães disse...

bom pra todo mundo quando vc compartilha seus escritos. gosto muitissimo do que vc escreve e quanto mais gente puder ler, melhor para todos.
eu e vera estaremos em todas as filas de dedicatórias.

giramundo disse...

Olá Janaína, a boa escritora "à casa torna"! Seja bem vinda, e um ótimo 2010! Teu desejo era "secreto", mas eu já sabia que és uma escritora, desde o dia que passei por aqui e lí os teus textos! E isto é um maravilhoso presente para todos nós.
Bjs

Ana Tapadas disse...

Que desejo simples!
(Concordo com a Gerana)
Só lamento não ter lido os teus livros, mas pelo que aqui leio, não há dúvidas!
Beijinho e sê feliz

cirandeira disse...

Bom dia, Janaína, tô passando por aqui só para agradecer a dica que me deste s/o Portinari;foi realmente um lapso, mas já fiz o devido acréscimo.
Um ótimo domingo...
Bj

Ana Cecília disse...

Que a sua viagem pelo outro lado do mundo esteja sendo linda.
Que 2010 nos traga o presente de muitos e belos escritos de Janaína!

abraço grande,
Ana Cecília

Dalva disse...

Minha querida...

o medo paralisa, de verdade... mas sei que em ti existe, além da escritora, a mulher corajosa, que vai vencer esse medo e nos assombrar com um belo livro de ficção em 2010! Esses são meus votos para ti, neste ano que se inicia!

Bjs.

Barbara disse...

Você percebe que já está com seu desejo entre as mãos?

clarice ge disse...

Jana, algo me diz que este desejo criativo já nasceu contigo. Basta deixá-lo fluir, como já o vens fazendo com tua bela narrativa.
abração

PS: quase nos encontramos... eu postava no blog e tu me escrevias no mesmo instante, rss.

líria porto disse...

pisa fundo, mulher!!!!!!!!!!

Bípede Falante disse...

Olá, Janaina. Recebi sua visita no meu blog e vim, então, conhecer o seu, os seus. Estou lendo, sem muito tempo, porque o meu pequeno bípede disputa comigo este micro. Mas não posso passar o teclado a ele sem antes deixar um comentário. O seu desejo secreto já parece ser o seu certificado de escritora. Não acredito nas pessoas vaidosas demais do que fazem, naqueles que se dizem escritores porque publicaram um, dois, dez livros. O seu questionamento sobre si mesma, suas dúvidas, sua crítica severa ao seu próprio trabalho revelam a maturidade necessária para um bom texto. E maturidade não tem a ver com a idade, falo de maturidade intelectual e emocional. Fora isso, você tem o dom, o raro 1% de inspiração indispensável para ser um artista. Assim que for possível, entrarei no google para levantar os títulos dos seus livros. Posso comprar um para mim e os outros para o meu pequeno. Voltarei aqui sempre :)

Celso Ramos disse...

Acredito que deves realizar seu sonho sem muitas cobranças...pois leitores você já os tem de montão.. relaxe e se deixe conduzir pela voz que te invade nas madrugadas...se parar conecte-se novamente na próxima madrugada e assim por diante. Se há vontade e desejo é sinal de que a obra já existe!!!!
Abraços!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails